Menu principal

início
Lançamento do livro Sentir Cigano

A Delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa, através do projeto Geração Tecla E5G, que a Bragahabit integra como entidade parceira, vai lançar o livro Sentir Cigano e apresentar o vídeo Mulher (Re)ativa, no espaço tertúlia (debaixo da arcada), no âmbito na Feira do Livro de Braga, no dia 17 de Julho de 2015 (sexta-feira), pelas 21h00.

 
Ricardo Rio visita a Bragahabit

 Sample Image

 

 

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, anunciou hoje, 10 de Julho, que o Município pretende acabar com os bairros sociais dos Falcões e do Picoto. Na visita realizada à empresa municipal Bragahabit, Ricardo Rio adiantou ainda que, no que se refere aos restantes complexos de habitação social – Santa Tecla, Enguardas e Andorinhas –, o objectivo é dotá-los de melhores condições de segurança e conforto.

No caso do Bairro dos Falcões, a demolição deverá avançar assim que o processo de realojamento das famílias esteja concluído. “Tem havido um trabalho progressivo que permitiu o esvaziamento dos diversos blocos. Há um bloco que está praticamente vazio e a demolição deverá acontecer muito em breve”, referiu. Em relação ao Bairro do Picoto, o Autarca explicou que o processo vai implicar a realização de um plano de realojamento e integração social dos moradores. O objectivo não é “construir um novo bairro Picoto, mas promover a inclusão social”.

Nos Bairros de Santa Tecla, Enguardas e Andorinhas, o Município vai qualificar os espaços e contribuir para a sua vitalidade. “Já houve algumas intervenções nas Enguardas e nas Andorinhas onde, nos últimos meses, foi colocado um novo piso no ringue para potenciar a sua utilização”, disse, enaltecendo o trabalho desenvolvido pelas associações de moradores dos referidos bairros.

Em Santa Tecla o objectivo é mais ambicioso, existindo já um projecto de requalificação do bairro que prevê a demolição de dois blocos, a criação de espaços verdes, estacionamento, uma zona desportiva e um espaço para acolher uma associação de moradores representativa de etnia cigana. “Queremos reabilitar as zonas envolventes, abrir novas artérias que permitam criar outra fluidez de acesso ao bairro e combater o isolamento a que este está sujeito”, explicou o Edil.

Nesta vertente infra-estrutural, o Município de Braga olha com expectativa para os fundos comunitários mas, segundo Ricardo Rio, a Autarquia terá também que procurar “soluções criativas” para obter os recursos necessários e avançar com os projectos o mais depressa possível. “Estamos a contar com os financiamentos comunitários e com linhas de apoio criadas por instituições públicas. Vamos tentar aproveitá-las até ao limite para potenciar ao máximo as nossas intervenções que são muito prementes”, afirmou.

O processo de reabilitação dos bairros e o realojamento de moradores será acompanhado por um projecto social, como explicou Vítor Esperança, administrador da empresa municipal. “As pessoas não podem simplesmente passar de uma casa para a outra. Nesse processo precisam de ser acompanhadas e ajudadas para ganhar autonomia”, referiu, lembrando que só 30 por cento das famílias apoiadas possui rendimentos próprios.

«Incentivos ao arrendamento jovem»

Durante a visita, Ricardo Rio referiu que a Bragahabit será o agente facilitador da reabilitação urbana e o meio preferencial para a concretização de políticas de incentivo ao arrendamento jovem. Sobre este último ponto, o presidente do Município adiantou que a medida será incluída nas Opções do Plano da Autarquia e no plano de actividades da Bragahabit para 2016.

Segundo explicou, além dos apoios financeiros, esta medida poderá passar pela criação de uma plataforma de identificação de oportunidades em ligação com as estruturas universitária. “A plataforma permitirá articular a oferta e a procura, potenciando o trabalho feito pelas associações académicas das duas universidades e, dessa forma, encaminhando para o centro da Cidade muitos dos alunos nacionais ou estrangeiros que vêm para Braga”.

Ricardo Rio sublinhou igualmente a estratégia implementada pela actual administração da empresa que confere maior transparência no relacionamento com os cidadãos e um tratamento mais equitativo, assim como, uma gestão mais rigorosa e optimizada.

“A Bragahabit era uma empresa que carecia desta inovação em termos de procedimentos, de informatização e de clarificação dos regulamentos. São estes passos que estão a ser cumpridos progressivamente e que se reflectem no relacionamento com os cidadãos”, concluiu.

in CMB-comunicação

 Reportagem TV Minho aqui

 
Administrador executivo da Bragahabit em entrevista ao Correio do Minho/Antena Minho

 

Consulte aqui a entrevista de Vítor Esperança Ribeiro, Administrador executivo da Bragahabit,ao Correio do Minho/Antena Minho, publicada no dia 25-04-2015.

"Bragahabit: sustentável sem perder vocação social"

 
Órgãos Sociais da Associação de Moradores da Praceta Padre Sena de Freitas tomam posse

No passado dia 27 de Março, pelas 21h, teve lugar a tomada de posse dos órgãos sociais da Associação de Moradores da Praceta Padre Sena de Freitas.

Estiveram presentes nesta tomada de posse a Dr.ª Olga Pereira, em representação da Câmara Municipal de Braga, o Dr. Vitor Esperança, Administrador da Bragahabit, E.M., e o Presidente da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, Luís Pedroso.

A Bragahabit apoia e incentiva a criação de Associações de Moradores em territórios com forte presença de habitações geridas por esta empresa municipal, encarando estas coletividades como interlocutoras e plataformas de cooperação privilegiadas na melhoria das sociabilidades, vivências e quotidiano de quem lá habita.

 

Image 

 
Lançamento do Norte 2020 em Santa Maria da Feira

A Bragahabit esteve presente na apresentação do NORTE 2020 - Programa Operacional Regional do Norte 2014-2020, que teve lugar no Europarque, no passado dia 11 de março, em Santa Maria da Feira, no âmbito do Road Show Nacional PORTUGAL 2020, um evento promovido pela CCDR-N – Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte.

Sob o tema “ A Região Norte no Portugal 2020”, a Cerimónia de Lançamento dos Programas Operacionais desdobrou-se ao longo de todo o dia, com destaque, no período da manhã, para a apresentação do NORTE2020, a cargo de Emídio Gomes, na qualidade de presidente da CCDR-N e da Comissão Diretiva do NORTE 2020.

Sucederam-se, nas intervenções, Miguel Poiares Maduro, Ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, e José Soeiro, Presidente da AD&C - Agência para o Desenvolvimento e Coesão, que abordou o tema “Portugal 2020”

Para a parte de tarde foi reservada a promoção de um conjunto de sessões paralelas para a apresentação dos Programas Operacionais Temáticos, designadamente, do POCH – Programa Operacional do Capital Humano, do POCI - Programa Operacional Competitividade e Internacionalização, do POISE – Programa Operacional da Inclusão Social e Emprego e do POSEUR – Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos.

 

Image

 
Recortes de imprensa «Bragahabit recupera 700 mil euros de rendas sociais»

«Bragahabit recupera 700 mil euros de rendas sociais»

«A empresa municipal de habitação Bragahabit regularizou, em 2014, 300 processos de rendas em atraso, o que lhe permitirá recuperar, nos próximos anos, 700 mil euros, que serão reinvestidos na reabilitação dos bairros sociais.», in Jornal de Notícias, 02/03/2014

 

Leia aqui

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 1 - 7 de 97

Destaques